Black Friday: como preparar o seu e-commerce e garantir conversões?

1 novembro - 2018
6 mins

Mesmo com um cenário econômico instável, a Black Friday é vista como uma data importante e lucrativa para o comércio brasileiro. Especificamente para o segmento de e-commerce, a projeção é favorável e melhor do que o desempenho de anos passados.

Os números previstos são vantajosos. De acordo com a ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – estima-se que, em 2018, 91% dos consumidores brasileiros pretendem fazer uma compra durante a Black Friday.

Se comparado ao ano anterior, o número de vendas em 2018 será maior em aproximadamente 15%. Entre as lojas online, o volume de pedidos deve alcançar a casa dos 220 milhões, com ticket médio de R$ 310. Em relação ao faturamento total, esse ano, a Black Friday deve chegar aos 69 bilhões de reais.

Porém, para assegurar um alto volume de conversões durante a Black Friday, as empresas do segmento eletrônico precisam investir em planejamento.

Por isso, separamos algumas dicas para ajudar você a preparar o seu e-commerce para tão aguardada temporada de vendas online. Se você já começou a sua estratégia, ótimo. Então, aproveite para fazer um check list pré Black Friday. Confira!

A chegada da Black Friday

Para garantir um alto volume de vendas durante a Black Friday, é necessário pensar, planejar, organizar e estruturar planos de ações. A data exige atividades programadas com antecedência, começando bem antes do dia que sucede a quarta sexta-feira do mês de novembro. 

Um bom planejamento irá evitar erros sobre a atuação da sua marca no mercado eletrônico. Com isso, a assertividade das suas ações promocionais também será maior e consequentemente a satisfação do seu consumidor online também aumenta.  

Quer entender melhor? Então, continue a leitura e entenda como promover a sua marca com ações de marketing especificas para a Black Friday.

Ações de marketing para a Black Friday

O mercado, seus consumidores e o público de maneira geral precisam saber que você vai fazer parte da data. Para isso, desenvolver e executar uma estratégia de buzz para o seu negócio online é essencial. O ideal seria começar com uma certa antecedência. Para esse tipo de planejamento, considere que você vai precisar de três a quatro semanas antes da Black Friday.

As frentes de ação devem ser variadas:

  • Ranquear organicamente para conteúdos que levam a um produto;
  • Investir em Ads;
  • Fazer campanhas pagas em mídias sociais;
  • Executar ações de e-mail marketing.

Esse são fatores que vão fazer com que as pessoas entendam que o seu e-commerce vai fazer parte da Black Friday.

Uma boa estratégia de marketing para esse período é oferecer descontos e condições especiais durante as semanas que antecedem a data. Esse é um bom atrativo para os consumidores que terão a percepção da sua marca associada as promoções da Black Friday.

Para esse tipo de comunicação, você pode investir em banners e pop ups mostrando claramente que a sua loja online está “à caráter” para a data. Grandes players do mercado fazem isso de maneira muito bem feita, como a Kabum. Veja no exemplo da imagem que a loja criou uma página específica para as ações promocionais da Black Friday. 

black friday

Essa também pode ser considerada como uma estratégia de engajamento com o consumidor. Normalmente, as empresas que utilizam esse recurso expõem as suas ofertas da Black Friday antes mesmo da chegada da data.

Análise de concorrência 

Outro ponto muito importante que envolve o planejamento da Black Friday é o acompanhamento e monitoramento da concorrência. Essa ação deve fazer parte das estratégias de qualquer negócio. Durante períodos em que o mercado está aquecido, esse tipo de ação deve ser feita de forma próxima e regular.

Para esse tipo de análise, é importante entender como a sua concorrência está se posicionando no mercado.

Então, durante o seu planejamento, liste quais são as principais ofertas e quais estratégias estão sendo utilizadas para atrair o consumidor. Monitore os preços do mercado, verifique como está sendo feita a exposição dos produtos e entenda sobre promoções.

Depois de uma pesquisa detalhada, é hora de traçar planos para se diferenciar entre os e-commerces.

Pense: o que faz com que um shopper compre na sua loja e não na do concorrente?

Perceba que a Black Friday exige um diferencial. Se o produto for o mesmo, talvez seja interessante atrair o consumidor pelo preço ou pela forma de pagamento e nunca esqueça que a data pede uma oferta especial.

No próximo tópico, vamos falar sobre as ações promocionais que você pode usar no seu e-commerce. Continue a leitura e entenda melhor sobre o assunto! 

Promoções de vendas

De uma maneira geral, a Black Friday é sinônimo de ofertas. É preciso pensar em quais tipos de promoções você vai oferecer ao consumidor. Lembre-se que, a partir de agora, o cliente assume um comportamento omnichannel e antes de decidir a compra ele vai pesquisar entre a melhor opção.

Entre as estratégias de ofertas mais praticadas, podemos destacar as seguintes:

  • convite de amigos;
  • descontos progressivos;
  • brindes;
  • compre (x) e leve (x+1).

Para determinar quais ações promocionais seguir, é preciso entender quem são as personas do seu negócio, como elas se comportam e quais promoções despertam o interesse delas. Esses dados vão definir o perfil do seu cliente e os produtos que eles desejam comprar. 

Produtos para Black Friday

Entre os principais elementos que envolvem a Black Friday, os produtos são os responsáveis por atrair o consumidor. São eles que resolvem problemas, realizam desejos e até mesmo os sonhos de muita gente. 

Essa escolha pode ser definida pelo aumento do fluxo de caixa do seu negócio ou até mesmo para impulsionar produtos menos vendáveis que se acumulam no estoque ao longo do tempo. O objetivo do seu negócio que irá determinar quais produtos serão ofertados durante a data.

Somada a essa questão, os consumidores devem estar plenamente conscientes do que estão adquirindo. Foque numa descrição completa dos produtos envolvendo informações de título, imagens de alta resolução, categorias e especificações.

Nesse caso, a regra é dar o máximo de informações sobre cada item. Uma sugestão é o recurso de hero images para uma visualização mais precisa. Outro elemento que ajuda em conversão é a disponibilização de espaço para avaliações e comentários de clientes anteriores. Essa é uma importante ferramenta de engajamento e participação dos compradores em relação a um determinado produto ou marca.

Segundo uma pesquisa do Spiegel Research Center, é seguro dizer que as avaliações online são responsáveis por um impacto significativo no volume de vendas, cerca de 270%. 

A sua loja online utiliza esse tipo de ferramenta?

Sortimento de produtos

Outro tópico importante para garantir o sucesso do seu e-commerce durante a Black Friday está na escolha do sortimento. Estabeleça um objetivo, escolha os produtos estratégicos e estabeleça um sortimento eficaz, alinhado ao perfil do seu negócio.

O sortimento pode ser utilizado para aumentar o mix de produtos. Ele também pode ser realizado por meio da divisão de itens, categorias e/ou departamentos. De forma prática, podemos dar o exemplo da compra de um videogame. Um desconto maior ou progressivo pode ser complementado junto à aquisição de outro produto. Quem sabe um vídeo game e uma smart TV?

O estoque durante a Black Friday

Em linhas gerais, a Black Friday é aproveitada para, consideravelmente, aumentar as vendas de lojas online. E com um grande fluxo de conversões, as empresas também devem estar atentas ao estoque de produtos.

Gerar expectativa no público e frustrá-lo por não poder atendê-lo não faz bem para a reputação do negócio. Sempre tenha em mente que mais importante que concretizar a venda é oferecer uma boa experiência de compra ao consumidor.

Ter um processo de logística organizado e canais de atendimento rápidos e eficazes também complementam essa questão. Qualquer problema, dúvida ou questionamento por parte dos consumidores em relação às ofertas, deve ser solucionado pela equipe de atendimento e suporte do seu e-commerce.

Tecnologia e infraestrutura

Após um planejamento estratégico bem definido, ações de marketing programadas, ofertas, descontos e promoções estabelecidas, é necessário preparar o site para suportar um volume de tráfego e acessos fora do comum.

A plataforma do e-commerce deve estar preparada para garantir um tempo de carregamento de página rápido. Assim como, um acesso responsivo aos usuários, garantindo uma boa experiência de compra em qualquer meio digital, seja por PC, smartphones, tablets e notebooks.

Além do favorecimento à experiência do usuário, a velocidade de carregamento e navegação em um site também favorece um melhor ranqueamento das páginas nos mecanismos de buscas. É uma questão importantíssima a ser considerada em uma estratégia de SEO.

Segurança online

Dentro das questões de tecnologia e infraestrutura, a segurança da loja online é ação prioritária. Os consumidores precisam de segurança para efetivar a compra. 

As páginas devem estar devidamente protegidas contra ataques de hackers. Certificações e selos de segurança devem ser obtidos para transmitir credibilidade para quem está comprando.

Para aumentar o número de vendas, os sites devem oferecer opções de pagamento seguras, além de diversificadas. Cartões de crédito externos e internos, transparência nos juros cobrados, opções de parcelamento e boleto bancário podem ser diferenciais na tomada de decisão do consumidor.

A Black Friday é uma data especial para o comércio de modo geral. Para os e-commerces, em especial, ela é ainda melhor. Entretanto, para obter resultados expressivos e oferecer uma experiência satisfatória é necessário muita preparação e planejamento.

Você está pronto para a próxima Black Friday? Sabe o que fazer no dia mesmo? Então, confira: A Black Friday chegou, e agora? 

Jornalista e Analista de Comunicação na Lett. Corredora de rua nas horas vagas e uma apaixonada por pets.

Deixe um comentário

Por favor, Log in para comentar
avatar
  Seguir  
Notificação de
6 mins

EQI: a primeira pesquisa que avalia a qualidade do e-commerce brasileiro.