Por que utilizar uma ferramenta de gestão de conteúdo para o seu e-commerce?

16 outubro - 2018
4 mins

Um gargalo na rotina de quem gerencia grandes e-commerces é o cadastro dos produtos. As informações chegam fora do padrão necessário para a loja virtual. Afinal, cada fornecedor decide a forma de compartilhar os dados.

Nesse cenário, cabe a equipe do site, que geralmente é bem enxuta, organizar esse conteúdo. Também é preciso atualizá-lo de maneira que fiquem adequados na vitrine online. Essa tarefa não é nada fácil, não é mesmo?

Mas, existe uma maneira eficiente para realizar esse trabalho: implantando uma ferramenta de gestão de conteúdo para e-commerce. Quer saber sobre essa solução e como ela por trazer benefícios para o seu negócio? Então, continue a leitura!

A importância de ter o cadastro de produtos correto e atualizado

Receber fichas de cadastro de produtos de diversos fornecedores diferentes impacta muito na operação do varejista. É preciso, antes de publicar esses dados, conferir com cada empresa as informações técnicas dos produtos, solicitar imagens de qualidade e ainda verificar se a mercadoria tem vídeo de apresentação.

O tempo para apurar todos esses dados é grande, o que prejudica o trabalho de cadastro dos itens. Sem contar que muitos fornecedores demoram ou nem respondem os e-mails, o que faz a equipe consultar o Google para completar os dados, correndo o risco de coletar informações não confiáveis.

Além disso, existe a chance de cometer erros, já que não há nenhuma forma de verificar se as informações estão corretas. Tudo isso gera custo para o varejista e insatisfação para os consumidores, que nem sempre encontram as informações que precisam para adquirir os produtos.

De acordo com a pesquisa EQI (E-commerce Quality Index), um dos critérios básicos e mais importantes para o processo de compra é a descrição dos produtos, pois elas são essenciais na tomada de decisão dos e-shoppers. Ainda assim, apenas 40% das lojas virtuais brasileiras investem em descrição completa. Ou seja, é preciso melhorar muito a experiência de compra online.

Então, como solucionar esses desafios? Bom, investindo em uma ferramenta de gestão de conteúdo para fazer o cadastro correto dos produtos no site. Além de deixar a compra mais agradável para o consumidor, ainda facilita a rotina dos varejistas na administração dos e-commerces.

Os benefícios de investir em uma ferramenta de gestão de conteúdo

Um catálogo de produtos único pode revolucionar os processos internos no varejo. Se toda ficha cadastral dos produtos comercializados no site forem recebidas dos fornecedores via uma plataforma de gestão de conteúdo, como o Placeholder, a troca de informações se torna bem mais ágil e inteligente.

Além disso, outros benefícios podem ser adquiridos a partir do momento que um software de Trade Marketing Digital é implantado na sua empresa. Confira:

1. Acesso a uma fonte de informações confiáveis

Esqueça o Google. Com uma ferramenta de gestão de conteúdo, não será necessário recorrer a sites de busca para completar informações técnicas dos produtos. Esses dados virão direto do fornecedor e estarão concentrados em apenas um local.

No Placeholder, por exemplo, os campos de cadastro das mercadorias são padronizados. Assim, as marcas precisam preencher esses dados antes de enviar ao e-commerce e só conseguem finalizar o processo se seguirem os requisitos mínimos de qualidade, como preencher os campos de nome, EAN, imagens, entre outros.

Dessa forma, o recebimento de conteúdo será padronizado, evitando discrepâncias de informações entre produtos de fornecedores diferentes. Além disso, o processo de cadastro será mais otimizado, reduzindo o time to market, eliminando as planilhas de Excel e diminuindo as trocas excessivas de e-mails com cada fornecedor.

2. Facilidade no envio das imagens

Se tem algo que demanda tempo é ficar redimensionando imagens para colocar no e-commerce, não é mesmo? É preciso usar programas de edição para adequar tamanho, renomear, reduzir o tamanho do arquivo.

Bom, o uso de um software de Trade Marketing Digital inteligente possibilita um acesso a banco de imagens completo e sempre atualizado pelo fabricante. Além disso, sua equipe define padrões para o download dos arquivos e pronto. A partir desse momento, todas as imagens da plataforma serão disponibilizadas nesse padrão.

Em outras palavras, é possível customizar dimensões da imagem, tamanho máximo do arquivo, nome, resolução. Dessa maneira, as fotos dos produtos e eventuais campanhas sempre chegarão corretas. Isso otimiza os processos internos e reduz a dependência de sistemas de edições de imagem.

É válido lembrar que as imagens possuem peso relevante na tomada de decisão dos consumidores quando acessam uma loja virtual. Como não é possível tocar o produto, as fotos acabam assumindo o papel de atestar a qualidade do item a ser comprado.

De acordo com o EQI, o e-commerce precisa cadastrar não só a imagem principal, mas também as secundárias. Elas possibilitam dar mais perspectiva do produto e sanar possíveis dúvidas.

Ainda assim, de acordo com o estudo, apenas 34% dos produtos dos maiores e-commerces brasileiros possuem imagens secundárias. Dessa forma, investir na ferramenta de gestão de conteúdo é uma chance de melhorar esse requisito e sair na frente dos concorrentes.

3. Agilidade na criação de vitrines onlines

A principal diferença entre a experiência de compra online e offline está na falta da presença de um vendedor no momento da compra. Portanto, se não há vendedor no e-commerce, a apresentação do produto no site deve ser autoexplicativa e impecável.

Uma das maneiras de fazer essa apresentação é divulgando vídeos sobre os produtos. Além de melhorar a experiência do consumidor, ajuda a alavancar as vendas de maneira simples. Os vídeos podem fazer parte das imagens que aparecem na descrição dos produtos, servindo como um complemento da divulgação do produto.

Outra forma interessante de montar sua vitrine é usando as lâminas de HTML para inserir mais imagens de vários ângulos dos produtos. A ferramenta de gestão de conteúdo, como o Placeholder, facilita a inserção das fotos.

Assim, ao invés de ter que envolver a equipe de TI para subir arquivos, o software de gestão de conteúdo permite que o fornecedor crie todo o material. Também é possível fornecer as lâminas de forma automática e rápida. Dessa forma, com apenas um clique do varejista é possível autorizar a implementação de algum material criado pelas marcas.

Com a ferramenta de gestão de conteúdo o varejista ganha mais agilidade, eficiência e ainda consegue levar uma experiência de compra online melhor para o consumidor. Por isso é importante investir nessa solução para melhorar o desempenho da loja virtual e garantir mais destaque no mercado. Afinal, quanto mais os clientes ficarem satisfeitos em comprar no seu site, maior o lucro para seu negócio.

Saber usar a ferramenta de gestão de conteúdo para e-commerce é o primeiro passo para atrair mais investimentos de grandes marcas no site. Quer saber como aplicar essas estratégias na prática? Então, descubra como a Drogaria Araujo e a Nestlé resolveram seus problemas de cadastro de SKUs no e-commerce agora mesmo!

Escrever é o que me move, por isso escolhi ser jornalista. Sempre levo um livro na bolsa, gosto de acompanhar tudo sobre tecnologia e troco fácil uma balada pela Netflix.

Deixe um comentário

Por favor, Log in para comentar
avatar
  Seguir  
Notificação de
4 mins
e-commerce quality index

EQI 2019: a qualidade do e-commerce no Brasil, Estados Unidos e América Latina.