E-commerce em tempos de coronavírus: os problemas de ruptura de estoque

Bookmark(0)
4 mins

As mudanças em virtude do novo coronavírus não acontecem apenas no convívio social ou nas dinâmicas de trabalho. O modo de consumo foi atingido abruptamente, principalmente em virtude das medidas de isolamento social e fechamento de comércios, lojas físicas e shoppings. Então, sem poder comprar sair de casa, o e-commerce ganha mais espaço na vida dos brasileiros.

Porém, com uma demanda cada vez mais alta, fabricantes e varejistas estão enfrentando muitos desafios para conseguir atender o alto volume de pedidos online – principalmente em relação à disponibilidade dos produtos. 

Para ajudar as marcas a acompanhar o desempenho no ambiente online e oferecer as melhores opções de compra para o consumidor final, a Lett criou dois indicadores que medem a qualidade do e-commerce: EQI de Disponibilidade de Estoque e EQI de Preço

Nesse texto, vamos apresentar os principais resultados de Disponibilidade de Estoque no e-commerce. 

Confira os resultados!

Como a pesquisa foi realizada? 

Para ajudar varejistas e fornecedores a entender o cenário atual que estamos vivendo e melhorar o atendimento aos consumidores, foram analisados produtos de 7 categorias consideradas essenciais nesse período: 

  • Alimentos e Bebidas;
  • Bebês;
  • Beleza e Perfumaria;
  • Cuidados Diários;
  • Pet Shop;
  • Saúde;
  • Utilidades Domésticas.

A pesquisa foi realizada em 182 lojas online e em 5.882 produtos diferentes, do dia 1º de janeiro à 2 de abril de 2020. 

O que aconteceu com a disponibilidade dos produtos?

Nesta pandemia muitos brasileiros substituíram as lojas offline pelas online. Segundo dados da Compre & Confie, o número de vendas do e-commerce entre 24 de fevereiro e 18 de março subiu 30,8% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Diante desse cenário, varejos e indústrias estão com dificuldades para atender a crescente demanda da população. Isso faz com que muitos produtos não estejam em disponíveis para a compra em diversas lojas online. O EQI de Disponibilidade de Produto apontou que no dia 1º de janeiro 66,40% dos produtos estavam disponíveis para a compra no e-commerce. Porém, no dia 2 de abril, 59,37% dos produtos avaliados estavam disponíveis. Portanto, houve um aumento na ruptura da disponibilidade de estoque de 6,93%, como mostra o índice abaixo:

grafico de disponibilidade de estoque

Disponibilidade de Estoque x Categorias

Ao analisar as categorias separadamente, praticamente todas elas tiveram ruptura de estoque. Como está exposto na tabela abaixo, apenas os produtos de Beleza e Perfumaria e os de Saúde tiveram um salto positivo de disponibilidade de estoque. Isso significa que mais produtos das categorias estavam disponíveis em 2 de abril  se comparado ao primeiro dia de janeiro.

tabela covid disponibilidade

Os que tiveram a maior baixa de disponibilidade foram os produtos de Pet Shop (-13,79%), em seguida foram os Alimentos e Bebidas (-10,51%) e depois os produtos de Cuidados Diários (-9,93%), como sabão e creme dental. 

Confira os gráficos por ruptura de cada categoria analisada.  

Pet Shop

Os produtos pet foram os que tiveram a maior variação do índice de ruptura, com – 13,79% de disponibilidade de estoque. No dia 1º de janeiro 72,9% dos produtos estavam disponíveis para o consumidor realizar a compra. Porém, no dia 2 de abril, a cada 100 itens, apenas 59 estavam com disponibilidade de estoque.

gráfico disponibilidade pet shop

Alimentos e Bebidas

A categoria de Alimentos Bebidas foi a segunda maior alta do índice de ruptura no e-commerce. No dia 2 de abril mais de 47% dos produtos não estavam disponíveis para a compra. Portanto, os consumidores não conseguem comprar quase metade dos alimentos e bebidas que desejam no e-commerce.

gráfico disponibilidade alimentos bebidas

Cuidados Diários

A categoria de Cuidados Diários é a que possui o terceiro menor índice de disponibilidade de estoque, chegando a 59,83%. Porém, é interessante notar que nos últimos dias de março e começo de abril, a ruptura nessa categoria se agravou muito, com uma redução de 9,93% da disponibilidade de estoque. Isso quer dizer que praticamente 40% dos produtos de cuidados diários não estão disponíveis para o consumidor realizar a compra online.

gráfico disponibilidade cuidados diários

Bebês

A categoria de Bebês, uma das mais procuradas em virtude do período de isolamento, foi uma das que obteve menor alteração na ruptura de estoque no e-commerce de 1º de janeiro à 2 de abril. Porém, é possível perceber que entre os dias 21 a 25 de março essa categoria teve grandes problemas de abastecimento no e-commerce, chegando a 61% de disponibilidade dos produtos. Portanto, a alteração do índice de ruptura foi de 6,3%.

gráfico disponibilidade bebês

Utilidades Domésticas

A categoria de Utilidades Domésticas teve uma alteração negativa de 2,74%. Porém, no dia 15 de março foi o pico de problemas de ruptura no e-commerce dessa categoria, passando de 67,52% para 54,78%. Portanto, com uma alteração máxima do índice de ruptura chegando a 9,74%. Consumidores que quiseram comprar nessa data, não conseguiram adquirir 46% dos produtos desejados.

gráfico disponibilidade utiliades domésticas

Beleza e Perfumaria

A categoria de Beleza e Perfumaria teve uma alteração positiva na disponibilidade de estoque de 6,79%. Porém, essa foi uma das categorias que mais sofreu com produtos indisponíveis para o consumidor final, apresentando muitas variações. No dia 20 de março, a disponibilidade de estoque era de 63,42%, o pior resultado de acordo com o período analisado.

gráfico disponibilidade beleza e perfumaria

Saúde

A categoria de Saúde obteve o melhor resultado em relação à ruptura de estoque no e-commerce, apresentando uma alteração positiva de 7,79%. É interessante notar que em janeiro cerca de 61% dos produtos estavam disponíveis para o consumidor online, porém, com a gente chegada do período de quarentena, esse índice melhorou chegando a 69,3%. 

Portanto, a cada 100 produtos no e-commerce, os consumidores conseguem comprar aproximadamente 69 deles.

gráfico disponibilidade saúde

Como o EQI de Disponibilidade de Estoque apresentou, o e-commerce brasileiro tem apresentado grandes problemas em relação à esse critério. Com o aumento da demanda e das vendas online, indústrias e varejistas precisam se preocupar em conseguir fazer o consumidor comprar o que ele deseja. 

Acesse os dados de disponibilidade de estoque no e-commerce em tempo real! 

Se você quiser acessar os dados completos – em tempo real – e até mesmo fazer os filtros de acordo com a sua necessidade, acesse as Estatísticas do E-commerce detalhadas. 

Vamos superar esse momento

Os dados do EQI de Disponibilidade de Estoque foram utilizados no Guia Onde Comprar, um site para ajudar o consumidor a comprar produtos essenciais sem sair de casa. 

Nele, o consumidor pesquisa os produtos que mais precisa e encontra diversas opções de lojas online para realizar a sua compra. 

As indústrias que desejarem participar do projeto e inserir os produtos no site, é só entrar em contato pelo email hello@guiaondecomprar.com. As marcas ainda contam com um relatório de disponibilidade de estoque gratuito para acompanhar esse momento. Se quiser saber mais, confira aqui

Telegram

Criamos também um grupo exclusivo para indústrias no Telegram para os que trabalham com e-commerce troquem experiências nesse momento. Clique no link para participar: https://bit.ly/telegram-industrias.

Estudante de economia, viciado em tech, Marketing e café. Tentando ficar acordado até 3 da manhã para acompanhar todos os jogos da NBA.

Deixe um comentário

avatar
  Seguir  
Notificação de
4 mins
e-commerce quality index

EQI 2019: a qualidade do e-commerce no Brasil, Estados Unidos e América Latina.