E-commerce lucrativo: como aumentar suas vendas e fidelizar clientes

13 julho - 2018
4 mins

Somente em 2017, conforme dados da 37º Webshoppers, pesquisa realizada pela Ebit, o e-commerce brasileiro cresceu 7,5% em relação ao ano anterior, alcançando mais de R$47 bilhões de faturamento. A evolução não vai parar por aí. Há a expectativa de que o comércio eletrônico no Brasil atinja crescimento de 12% em 2018, chegando a mais de R$53 bilhões de faturamento.

Esses números indicam que há espaço para os lojistas aumentarem seus ganhos com vendas pela internet. Porém, quanto maior o número de opções para os consumidores, maior será a concorrência pela sua atenção. Assim, ter um e-commerce lucrativo pode ser uma missão difícil para quem não estiver preparado.

Neste post, ajudaremos a entender o que precisa ser feito para que seu comércio eletrônico se destaque diante de um mar de opções para os consumidores e alcance a lucratividade desejada. Acompanhe!

Atinja mais consumidores com novas experiências

Embora alguns lojistas ainda tenham receio de que a criação de uma loja virtual possa prejudicar os ganhos com a loja física, a atuação nos dois modelos tem sido uma alternativa que impulsiona as vendas, principalmente diante de um novo cenário no varejo no Brasil.

Ser capaz de realizar a integração entre as duas lojas é vital para o lojista se manter competitivo. Em 2016, o número de pessoas que comprou pela internet no Brasil chegou a 16%, contra apenas 3% em 2014.

Além de alcançar os consumidores que compram online, ao unir a loja física a um e-commerce, é possível atingir esse novo perfil de consumo, chamado omnichannel — convergência entre canais. Antes isoladas, as lojas físicas e virtuais estão cada vez mais integradas. Após buscar por um produto no e-commerce, muitos consumidores optam por ir até a loja para concluir a compra.

O caminho inverso também é comum. Depois de experimentar uma mercadoria na loja física, o consumidor decide recorrer à loja virtual para obter a cor ou o tamanho ideais e então finalizar a transação. Esse cliente, chamado de omnichannel, não faz distinção de canais de consumo.

Diante desse cenário, investir em lojas online não será uma ameaça aos negócios, mas uma oportunidade de potencializar as vendas. Segundo uma projeção do Google, o e-commerce no Brasil crescerá 12,4% ao ano até 2021, dobrando de tamanho no país.

Recorrendo ao e-commerce, portanto, o lojista já estará mais perto da lucratividade desejada. Mas, o que pode ser feito para ampliar as conversões online? Continue a leitura e entenda.

Saiba como aumentar vendas no e-commerce

Após fazer o lançamento de um e-commerce, é comum que os lojistas se preocupem como, de fato, fazer com que a loja virtual cresça e seja muito rentável. A solução para esse problema é pela taxa de conversão. Essa é uma das métricas fundamentais para os resultados de um e-commerce. 

A taxa de conversão indica qual é o desempenho de campanhas pagas, de e-mail marketing e todos as demais alternativas que foram adotadas para divulgar e vender os produtos.

Dessa forma, a taxa de conversão ajuda a identificar o que pode ser feito para ampliar as vendas. Basicamente, o cálculo que deve ser feito é a divisão do número de vendas pelo total de visitas, multiplicando o resultado por 100. O percentual encontrado será a taxa de conversão!

Há diversas formas de aumentar esse valor. Acompanhe algumas dicas:

1. Personalize seu atendimento

A partir de informações prévias de navegação, é possível melhorar os resultados de busca e entregar respostas mais próximas daquilo que cada consumidor busca. Assim, a personalização é um dos fatores primordiais para aumentar as conversões online.

Caso o cliente esteja retornando ao seu e-commerce, oferte produtos que estiveram em pesquisas anteriores. Procure também fazer recomendações com base em informações de compras já realizadas. Assim, será possível fazer vendas cruzadas e ampliar o tíquete médio.

Se sua loja não possuir dados daquele cliente, uma alternativa para ampliar sua possibilidade de compra é apresentar os produtos mais vendidos e aqueles que estão em alta no momento.

2. Invista em fotos e boas descrições

Se os produtos vendidos não são exclusivos do e-commerce, a disputa pela atenção do consumidor será determinante para a capacidade de conversão. Assim, investir na apresentação do produto pode ser determinante para conseguir uma venda.

Busque apresentar fotos de alta resolução, com diferentes ângulos do produto, para que o cliente tenha a sensação de que está interagindo com a mercadoria como se estivesse na loja física.

Para não correr o risco de o cliente se sentir desinformado sobre o produto e desistir da compra, ofereça descrições detalhadas, com informações claras sobre tamanhos, cores e outros atributos.

3. Apresente garantias e segurança aos clientes

Embora as soluções de segurança para transações na internet sejam cada vez mais eficientes, ainda é comum encontrar pessoas que têm receio de fazer compras online. Portanto, busque ser confiável a quem visita seu e-commerce. Isso pode ser feito com certificados de segurança e garantias de troca e devolução caso o consumidor não fique satisfeito com a mercadoria recebida.

4. Ofereça navegação simples e rápida

Consumidores que compram online, normalmente, querem evitar o deslocamento até uma loja física e buscam agilidade na transação. Assim, é fundamental que o e-commerce ofereça uma experiência simples e rápida para o cliente. Cadastros longos e páginas com dificuldade de carregamento podem afetar negativamente a taxa de conversão.

Uma boa experiência em uma loja online é determinante para a fidelização dos consumidores. Clientes satisfeitos tendem a retornar, comprar mais e ainda recomendar o e-commerce para amigos e familiares. Saiba, a seguir, como a recorrência pode ser ainda maior na loja virtual.

Como ampliar a fidelização com a loja online

Para quem já possui uma loja física, a criação de um e-commerce tende a ser um investimento ainda menor do que para varejistas que precisam desenvolver uma marca do zero. A partir do momento em que a loja já é conhecida, não será necessário destinar muitos recursos para publicidade. Isso é bem necessário em casos de empresas que nascem no ambiente digital.

Outro benefício está em já conhecer o comportamento e as preferências de seus clientes. Dessa forma, a loja online pode ser utilizada para apresentar ofertas cada vez mais personalizadas. E, ainda, com experiências de compra mais satisfatórias e rápidas. Em contrapartida, será possível aproveitar as informações coletadas no e-commerce para melhorar o atendimento aos consumidores da loja física.

Diante de mais alternativas para consumo, os clientes se adaptam àquilo que julgam atender melhor às suas necessidades. Assim, é necessário ter atenção constante ao que pode ser feito para oferecer as melhores experiências no ambiente digital e alcançar o objetivo de um e-commerce lucrativo.

Ainda tem dúvidas do que pode ser feito para aumentar as vendas em sua loja online? Sabia que existem outros recursos para aumentar suas vendas sem muito esforço? Aposte nas avaliações e comentários, descubra a importância deles pra o seu e-commerce. 

Jornalista, com MBAs em Marketing Digital e Gestão de Negócios, é especialista em produção de conteúdos para web. Um atleta frustrado, é editor-chefe da Esportelândia.

Deixe um comentário

Por favor, Log in para comentar
avatar
  Seguir  
Notificação de
4 mins
e-commerce quality index

EQI 2019: a qualidade do e-commerce no Brasil, Estados Unidos e América Latina.