Por que sua marca precisa de um departamento de Trade Marketing focado no digital?

15 março - 2019
3 mins

Grandes indústrias estão se preparando para a transformação digital e entregando na mão de analistas, coordenadores e gerentes verdadeiras bombas relógio em formato de desafio tanto pessoal como profissional: estruturar um departamento de e-commerce.

Sabendo das tendências do mercado e mudanças no comportamento de compra dos consumidores, esses projetos recebem muita atenção da diretoria e existe muita expectativa nos resultados, mesmo que, em muitos casos, não sabe-se exatamente como mensurá-los.  

Nesse texto, você não vai encontrar um step by step de como estruturar um departamento, mas sim uma explicação prática de como o Trade Marketing Digital pode ajudar a sua empresa a aumentar as vendas.

O que é Trade Marketing Digital?

Para te ajudar a entender esse conceito, vamos pensar em situações que são vivenciadas por todos nós – frequentemente.

Exemplo 1: compra de um eletrodoméstico

Você se lembra a última vez que teve que comprar um eletrodoméstico ou eletrônico ou qualquer produto vendido em um e-commerce?

Experienciar situações que dificultam a tomada de decisão nas lojas virtuais são mais comuns do que você imagina. E, na falta de um vendedor tirando suas dúvidas, as informações disponíveis na descrição nem sempre são suficientes para que o consumidor sinta-se confiante em colocar o cartão de crédito dele.

Parando para analisar, esse potencial cliente precisa do produto e está disposto a efetuar a compra, mas existem alguns pontos chave que precisam de atenção para entender porque ele não finaliza a operação:

  1. Pouco conhecimento técnico sobre o produto
  2. Falta de informação sobre potência, dimensões e outros atributos relevantes
  3. Dúvida sobre qual seria a melhor opção
  4. Busca pelo melhor custo benefício

Ou seja,  informações completas dos produtos ajudam na conversão do e-commerce.

Esse consumidor está investindo tempo e dinheiro. Então, a chance dele tomar uma decisão na primeira opção é pequena, ou seja, precisamos muni-lo com o máximo de conteúdo possível para ele se senta seguro em seguir na jornada de compra.

Exemplo 2: compra de uma geladeira

Imagine que você precise de uma geladeira e tenha pouco conhecimento sobre o produto. É natural que faça buscas antes de decidir, afinal, é um produto caro.

Então você entra no Youtube e pesquisa “como escolher uma geladeira”, joga no Google “melhor geladeira do mundo”, “geladeira que o freezer é top”, “geladeira com suporte para cerveja”.

E assim você pesquisa o máximo de informações possíveis para escolher o melhor modelo.

Depois entra vários e-commerces para buscar os melhores preços.

Vai em uma loja física pra ver pessoalmente e ter aquele gostinho do “é quase meu, mas ainda não”.

Entra de novo  na internet para analisar prazo de entrega e frete.

Percebe como existem inúmeras variáveis no processo? Percebe que o perfil do consumidor mudou e ele está presente em mais de um canal, sendo a experiência o centro de tudo?

Por isso tudo, não seria surpresa se o consumidor não concluísse a compra de um produto que:

  1. Não tenha imagem;
  2. A imagem não representa o que está no título do produto;
  3. Está indisponível para compra;
  4. Não tem informação suficiente (tamanho, dimensões, voltagem).
  5. O título é esquisito, por exemplo: gelAdEirA EJK9820383/220V

O Trade Marketing Digital é responsável por conquistar o cliente no ponto de venda (PDV) digital. E as pessoas que receberam o desafio de estruturar esse departamento precisam ajudá-los a tomar decisões certas sem precisar de um vendedor ali do lado.

O que queremos dizer com tudo isso?

Tem muito trabalho pra fazer, mas também tem muita oportunidade de sair na frente dos concorrentes e inovar na comunicação como alternativa de alavancar as vendas.

Dessa forma, podemos resumir o Trade Marketing em cinco pilares:

  1. Visibilidade
  2. Preço
  3. Promoção
  4. Conteúdo (imagens, título, descrição)
  5. Sortimento

A estratégia que sua equipe utilizará depende do perfil do cliente e o que faz sentido para ele.

Agora que você já sabe o porquê de investir em um departamento de Trade Marketing Digital, recomendo essa leitura para te ajudar a aumentar a visibilidade da sua marca nos e-commerces.

Paulista com o coração amineirado, sempre on the road, seja para viajar, trabalhar ou correr meias maratonas. Vivo caçando e criando conteúdo.

Deixe um comentário

Por favor, Log in para comentar
avatar
  Seguir  
Notificação de
3 mins
e-commerce quality index

EQI 2019: a qualidade do e-commerce no Brasil, Estados Unidos e América Latina.