Imagens no e-commerce: como aumentar suas conversões com fotos otimizadas

15 outubro - 2018
4 mins

O foco da visão do consumidor em uma vitrine digital está, na maior parte do tempo, nas imagens dos produtos. É o que mostra o EQI, indicador que mede a qualidade da experiência de compra no e-commerce brasileiro. Portanto, dar a devida importância às fotos tende a gerar grande influência na conversão no comércio eletrônico.

Ao entregar aos lojistas as imagens dos produtos que estarão na vitrine digital, é fundamental que as marcas sigam alguns passos para que o consumidor tenha uma boa experiência.  

Neste post, ajudaremos você a entender como aumentar suas conversões com fotos otimizadas no e-commerce. Confira! 

Como a qualidade das imagens pode impulsionar a relação com os e-commerces?

Para impulsionar as vendas no e-commerce, as marcas precisam desenvolver um bom relacionamento com lojistas. Manter uma relação próxima é um atalho para entender como os produtos estão performando no comércio eletrônico, além de melhorar sua visibilidade para os e-shoppers.

E um ótimo caminho para aprimorar esse relacionamento passa pelo fornecimento de fotos otimizadas. Quando isso ocorre, os varejistas não precisam investir em fotos próprias e, consequentemente, evitam um custo muito alto para a divulgação das mercadorias. Além de gerar economia para os varejistas, o envio de imagens de alta resolução, torna o processo de cadastro nos produtos mais ágil.

Assim como aprimora o relacionamento entre marcas e comércio eletrônico, o cuidado com imagens melhora a relação com o consumidor final. Ele terá uma melhor experiência com imagens corretas e atualizadas das mercadorias que buscam.

Como utilizar imagens para impulsionar vendas no e-commerce?

Segundo a Rakuten, 91% dos consumidores se sentem mais atraídos ao realizar uma compra se a oferta mostrar fotos ou vídeos.

Portanto, além de oferecer textos com informações completas sobre os produtos, é importante apresentar imagens que ajudem na experiência de consumo.

Algumas estratégias podem ser adotadas para que as fotos ajudem a levar o e-shopper a preencher os dados e confirmar a compra.

Uso de hero images

Hero image é um termo utilizado para descrever uma imagem superdimensionada de um produto. Nesse conceito, os e-commerces utilizam as imagens com o zoom adequado para destacar as características principais dessa mercadoria acompanhadas por banners ao lado da imagem.

Com as informações disponibilizadas na foto, fica mais claro para o consumidor o produto que ele está escolhendo. Você pode se perguntar se a informação relativa ao tamanho não poderia estar apenas no título do produto. Elas também devem aparecer lá, mas somente isso não é suficiente.

Usar hero images, ajudando o consumidor a identificar mais facilmente (e rapidamente) o conteúdo dos produtos, pode aumentar as vendas entre 3,6% até 24% segundo testes realizados pela Unilever no Reino Unido.

Atenção às imagens secundárias

Nas lojas físicas, os consumidores ainda contam com o benefício de poder tocar os produtos e até experimentá-los. Para oferecer confiabilidade esperada pelos e-shoppers, as lojas online têm de apostar em boas imagens. É preciso, portanto, trabalhar com fotos que realçam os detalhes do produto, principalmente aqueles que podem ser primordiais para escolha da compra.

As imagens principais devem ser destinadas à apresentação do produto. Já as seguintes precisam enfatizar características específicas que permitam ao consumidor se familiarizar com a mercadoria que procura.

Ou seja, além de fotos que mostrem todo o produto, é fundamental que as marcas ofereçam aos varejistas imagens com os detalhes das mercadorias — como a sola de um tênis no exemplo abaixo.

imagens no e-commerce

Preocupação especial com consumo mobile

Apresentar imagens atrativas é imprescindível para chamar a atenção dos mobile shoppers. E esse é um ponto importantíssimo para o comércio eletrônico. Afinal, smartphones são um importante artifício para a jornada do consumidor omnichannel. Eles já representam mais de 50% do volume de vendas no e-commerce brasileiro.

De acordo com estudos da University of Cambridge, apenas 40% dos consumidores conseguem compreender a gramatura (volume ou peso) e o tamanho de um produto ao visualizar sua foto em uma tela de smartphone. Esse obstáculo é mais um fator que indica a importância do uso das hero images.

Otimização das imagens para carregamento

Geralmente, a responsabilidade pela otimização de imagens no e-commerce é do varejista. Todavia, as marcas podem colaborar nessa missão ajudando-os a atender os requisitos para uma boa experiência de consumo.

Imagine o quanto é incômodo para um visitante do e-commerce se uma página demora para carregar! A impaciência para esperar pode levar o consumidor a um concorrente e gerar perdas de vendas.

Usualmente, as imagens são os elementos que têm maior peso para o tamanho geral da página. E, consequentemente, são a principal causa para as páginas se tornarem lentas e com dificuldades de carregamento. Portanto, certifique-se de aplicar as técnicas mais recentes de otimização de imagem para fornecer uma experiência de alta qualidade e rápida ao usuário.

Se o site demora mais de 6 ou 7 segundos para carregar, é preciso ter atenção redobrada. A lentidão de uma página leva ainda à perda de posições nos resultados de busca do Google. O tempo de abertura das páginas é um dos fatores para rankeamento em uma SERP (Search Engine Results Page).

Se você perceber que as páginas de seus produtos no e-commerce estão demorando para carregar, acione o varejista e o ajude a corrigir essa falha. Para analisar a velocidade do site, recorra ao PageSpeed Insights e visite a página Fundamentos da Web do Google. Essas ferramentas mostram as práticas recomendadas e as técnicas para melhorar o desempenho do site.

Oferecer agilidade de acesso, informações completas e imagens otimizadas são pontos básicos para aumentar a conversão no e-commerce. Lembre-se sempre de fatores que podem auxiliar o consumidor em sua decisão e fidelizá-lo.

Quer melhorar sua percepção sobre a eficiência de estratégias para o comércio eletrônico? Saiba, portanto, como criar outros conteúdos no Guia de Conteúdo para Indústrias que vendem no e-commerce!

Jornalista, com MBAs em Marketing Digital e Gestão de Negócios, é especialista em produção de conteúdos para web. Um atleta frustrado, é editor-chefe da Esportelândia.

Deixe um comentário

Por favor, Log in para comentar
avatar
  Seguir  
Notificação de
4 mins
e-commerce quality index

EQI 2019: a qualidade do e-commerce no Brasil, Estados Unidos e América Latina.